A PEDAGOGIA WALDORF

Sub-título: Caminho para um ensino mais humano

Quero logo responder a seguinte pergunta: O que faz um livro de pegadogia num site de desenvolvimento espiritual?
A resposta é simples. Nossos corpos sutis vital/energético, astral/psicossoma, e corpo mental se transformam ao longo dos anos. O corpo vital energético muda com os anos. O psicossoma muda com o tempo. O corpo mental do bebê não é o mesmo quando adulto.

As muitas linhas de ensinamentos em sua maioria falam dos corpos sutis como se eles fossem estanques, parados no tempo. E não é assim. Esse desenvolvimento dos corpos sutis é um assunto raro de ser abordado. Esse é então um livro único.

Não é um livro baseado em mediunidade, clarividência ou outras competências parapsíquicas. Não há qualquer esoterismo, prática energética, ritual ou evocação. É prático e para todos. Explica aos pais de forma bem clara o que está acontecendo com os corpos sutis da criança. Mas é sim, antes de tudo, um livro de introdução à essa pedagogia.

SOBRE O AUTOR
O criador da pedagogia Waldorf se chama Rudolf Steiner. Mas não confunda. O autor do livro “A pedagogia Waldorf” também é um Rudolf mas é outro Rudolf. Rudolf Lanz (1915-1998). Nasceu na Hungria e veio ao Brasil com 23 anos. Rudolf Lanz é tido como um dos maiores intelectuais antroposóficos.

A QUEM SE DESTINA
Esse é um livro escrito para os pais. Os professores contam com outros livros em sua formação. Mas é claro que um professor interessado em educação poderá ler e entender o que é essa tal de pedagogia Waldorf.

SOBRE O CONTEÚDO DO LIVRO
A primeira e segunda parte do livro tomam 77 páginas, cerca de 1/3 do livro. Nelas, somos apresentados aos conceitos básicos da Antroposofia e aos conceitos referenciados no resto do livro tais como a idéia dos setênios e os temperamentos. Esses setênios são como fases bem características que resultam da relação entre nossos diversos corpos sutis tendo efeitos no físico, no emocional, no comportamento, no pensar e nas fantasias.

A terceira e quarta partes tomam praticamente metade do livro. Nelas, o autor entrará na pedagogia propriamente dita.

Na quarta parte encontramos como se dá o funcionamento de uma escola. É apresentada a estrutura de uma escola Waldorf típica, sua organização interna e o papel da associação de pais.

E já no final, um apêndice sobre questões atuais como brinquedos industrializados, uso da tecnologia, história em quadrinhos e música.

CARACTERÍSTICAS DA EDUCAÇÃO WALDORF
O professor Waldorf começa o trabalho com a observação de si mesmo. Através de uma disciplina que leva anos, ele aprende a observar esse desenvolvimento dos corpos sutis da criança e como isso repercute no comportamento, na cognição, nas emoções da criança. Não é um mero olhar para aspectos externos ou psicológicos. Ele aprende a enxergar essas dinâmicas dos corpos sutis para apoiá-la em seu desenvolvimento. O professor Waldorf quer trabalhar com essas forças internas e não interrompê-las ou moldá-las.

A pedagogia Waldorf tenta alinhar as atividades escolares com essas mudanças dos corpos sutis. É por isso que não se adianta conteúdo para crianças em um uma escola Waldorf. O corpo mental ainda não está plenamente desenvolvido e ainda não há suporte nos planos inferiores. O contrário disso, ou seja, uma educação conteudista, que é o desenvolvimento mental precoce, trará prejuízos à criança pois não há estrutra holosomática adequada, gerando as mais diversas lacunas físicas, emocionais, psicológicas. Podemos dizer então que a pedagogia Waldorf é pensada terapeuticamente.

Copio aqui uma frase do livro que sintetiza a principal diferença que distingue essa pedagogia das demais:
“A grande diferença do professor Waldorf consiste em saber trabalhar, em cada fase do desenvolvimento, com as forças que estão disponíveis na criança.”

Apresento, de forma bem objetiva, algumas outras diferenças que fui tomando nota a medida em que lia o livro:

  • Em primeiro lugar, a escola está à serviço da criança e não ao contrário. 
  • A pedagogia Waldorf não tem medo de ensinar às crianças o Belo, o Nobre e o Bom.
  • Na escola Waldorf não se ensina competição. Ao contrário, ensina o cuidado com os outros. A criança cresce em espírito comunitário. Cresce sabendo que um mundo melhor é possível pois ela mesmo já vivenciou isso. Fica óbvio o tipo de gente que se forma aí.
  • Seu sistema de avaliação é totalmente distinto e não favorece a competição entre os alunos
  • Sim, ela obedece orientações do MEC mas não é conteudista. Mesmo porque conteúdo, conhecimento tem se tornado obsoleto cada vez mais rápido.
  • É uma educação anti-especialização. Como diz o autor, é uma educação para além das bitolas traçadas.
  • A pedagogia Waldorf não empresta conteúdos da psicologia, da biologia ou de outras ciências. Mas sim, seu filho aprenderá ciências, matemática, química. Mas aprenderá com um outro olhar. Aprenderá matemática com arte. Aprenderá ciências através de vivências e a desenvolver o olhar científico.
  • A arte desenvolve a persistência, a vontade e o equilíbrio necessários para enfrentar desafios futuros.
  • Não tem fórmulas prontas, nem livros prontos. O material didático nas escolas por aí se tornaram muletas onde os professores repetem de forma robotizada sua aplicação. Na Waldorf é bem diferente. Tudo é construído. Com arte e amor.
  • As crianças tem vivência das profissões básicas.
  • Seu filho vai conhecer todas as principais religiões e cultura de diversos povos. Só se tem tolerância e respeito quando se conhece o outro.
  • O aluno é acompanhado pelo mesmo professor por vários anos. Isso se dá por vários motivos. Ao tema desse site, interessará ao leitor espiritualista, ler e entender os diferentes efeitos do corpo etérico do professor na criança e a sustentação de um campo constante.
  • O ensino é pensado em épocas, isto é, há uma época de ênfase para cada disciplina de forma que eu vejo matemática na música, na biologia etc. (veja o segundo vídeo abaixo nessa página)
  • O ensino da moral é feito pelo estudo das biografias de grandes homens.
  • A importância dos contos de fada.
  • Aulas de jardinagem.
  • A não intelectualização precoce.
  • O desenho de formas antes da alfabetização tem efeitos positivos profundos.
  • É uma pedagogia para toda a familia. Convida todos para aproximação e envolvimento dos pais. Escola não é um lugar de se jogar as crianças.
  • Geralmente, as escolas Waldorf são tocadas por uma associação de pais e são instituições sem fins lucrativos. Muitas oferecem bolsas para a comunidade.

Não se preocupe. Eles não ensinam Antroposofia para seu filho. 🙂

PONTOS NEGATIVOS DO LIVRO:
O autor é religioso e perde a coerência em explicações superficiais logo no primeiro capítulo. Mas o leitor não deve se deixar desanimar. O autor prontamente se recupera e não vemos mais isso nos capítulos que seguem.

RECOMENDAÇÃO:
Com esse livro dei mais um passo no meu desenvolvimento espiritual pois aprendi a entender melhor meus filhos e como ser um melhor pai. Sendo assim, sou obrigado a recomendá-lo a todos os pais.

O que tem aqui nesse livro é muito. Se você é pai(mãe), leia logo. Corra, compre um exemplar e passará a ver seu filho(a) de uma forma mais saudável. Demorou. 🙂

links externos sugeridos pelo autor DESSE POST:

VIDEOS SUGERIDOS PELO AUTOR DESSE POST:

Vídeo de 4 minutos introduzindo a pedagogia Waldorf.

Quais os benefícios da pedagogia Waldof?
(2:30 minutos)

Conheça mais de perto uma escola Waldorf.
(16 minutos)

Além da Waldorf Aquerela de Aldeia e a Waldorf Recife, há em em Pernambuco a Waldorf Turmalina.
(2 minutinhos)

Entrevista com Peter Biekarck sobre pedagogia Waldorf. Dê um desconto para essas imagens como se a pessoa estivesse num templo egípcio. O que importa aqui é o conteúdo do entrevistado.
(29 minutos)

Continuação da entrevista. 
Assista principalmente do minuto 2:50 ao minuto 6.
(30 minutos)

Mitos sobre a escola Waldorf. 
(11 minutos)

posts NOSSOS RELACIONADOS COM ESSE TEMA:

A Filosofia da Liberdade

O livro que funda o pensar Antroposófico de Rudolf Steiner.

Ir ao post
PAULO HENRIQUE ARAUJO
Moro em Recife. Desde cedo trabalhei e empreendi em vários segmentos dentro e fora do Brasil. Quando morava na China percebi que deveria dar mais atenção ao caminho espiritual. Além dos cursos e das práticas, os livros também ajudaram na minha jornada. Compartilho aqui alguns resumos na esperança que eles também lhes sejam úteis. Para ver todos os posts de Paulo clique aqui.

Seja avisado de novos resumos. Em média 1 ou 2 livros por semana. Sem propaganda, nem bate-papo. Saia a qualquer hora.

CLIQUE AQUI e seja adicionado à nossa lista de Whatsapp.

Seja avisado de novos resumos. Em média 1 ou 2 livros por semana. Sem propaganda, nem bate-papo. Saia a qualquer hora..

CLIQUE AQUI e seja adicionado à nossa lista de Whatsapp.

Veja posts por autor:

A Pedagogia Waldorf