UM EREMITA NO HIMALAIA

Este é o terceiro volume de uma trilogia de viagens do jornalista, pesquisador e filósofo britânico Paul Brunton. Aqui neste mesmo blog já cobrimos os outros dois primeiros volumes A Índia Secreta e O Egito Secreto.

Esta série de livros é um compêndio fantástico das viagens e aventuras do autor em busca de respostas. É interessante perceber a evolução pessoal de Brunton ao passar dos anos e seu amadurecimento intelectual e espiritual. Desde as primeiras viagens na Índia, onde seu principal objetivo era uma busca pelos autênticos iogues, de uma maneira até de certa forma cética, até sua viagem ao Egito para potencialmente tentar conhecer e talvez desmascarar os faquires e mágicos sufis.

Ao final de cada viagem, ali estava um novo Paul Brunton, impactado pelo que viu, pelo que sentiu e experienciou. Importante também pontuar as facilidades e as sincronicidades ocorridas durante estas viagens, o que lhe permitiu acesso à pessoas chave, a lugares especiais e a templos e ashrams até então proibidos aos europeus. Fazemos aqui então uma forte sugestão ao leitor para que leia os outros dois livros na sequência mencionada acima, desta forma, terá um entendimento melhor desse período da vida do autor.

Neste volume, Brunton faz uma viagem até um bangalô funcional no sopé dos himalaias, a dois dias de viagem de qualquer lugar minimamente civilizado, mais especificamente na região de Tehri Garhwal, norte da Índia. Era década de 30 e a Índia ainda estava sob domínio britânico, o que possibilitava este tipo de viagem sem maiores complicações sociais e políticas. No entanto, o desejo de Brunton de atravessar para o Tibet e conhecer a montanha sagrada de Kailash era extremamente improvável na época, fruto do fechamento social e geográfico que os líderes tibetanos impunham a qualquer forasteiro ou nação estrangeira.

O autor narra as aventuras de viajar dias no lombo de um cavalo até seu destino, e em seguida nos premia com uma descrição fantástica da natureza himalaia. Brunton é um excelente escritor e nos proporciona uma literatura de excelente qualidade, além de todo o conhecimento de fauna, flora e clima locais. Durante sua estadia no bangalô, Brunton compartilha conosco a importância da meditação, o ato de silenciar a mente, de viver o momento simples, de aproveitar o dia.

Ao longo da sua estadia, ele discorre sobre a natureza, espiritualidade, geografia, política, economia… A relação dos ingleses e os indianos e outros temas interessantes. A sensação, para nós leitores, é a de como se estivéssemos conversando com um grande amigo sobre estes temas, tal é o envolvimento da escrita do autor. O mais marcante neste livro é a sensação de imersão que se tem, provocada pela relação construída com Brunton. Além da vontade imediata de estar ali naquele mesmo bangalô, naquela mesma época.

Apesar de Paul discorrer sobre variados assuntos, é possível notar, a todo momento, a conexão de suas palavras com temas elevados. É o que eu chamo de “espiritualidade madura”. A visão, palavras e ações do buscador chegam num nível de amadurecimento em que se afastam do deslumbre, da emoção descabida, da tolice e da fantasia, e o sujeito passa a ter uma visão muito mais estabilizada da espiritualidade, a cosmovisão. E é fácil notar isso no autor quando comparamos este livro com os outros dois volumes iniciais, onde existia um Paul Brunton cético e inocente. Para mim, notar essa evolução espiritual foi o melhor presente que esta trilogia de livros me trouxe.

A QUEM SE DESTINA:

Para todos os tipos de estudantes espiritualistas. De linguagem fácil e envolvente, indicamos não somente este, como qualquer livro de Paulo Brunton. Lembrando que esta leitura é mais bem aproveitada se o leitor já tiver tido acesso aos dois volumes anteriores da Índia e do Egito.

PEDRO NUNES NETO

pedro@meditecomigo.org

Pedro tem background em tecnologia da informação e é bacharel em fotografia. É astrônomo amador, amante da natureza e aprendiz eterno da espiritualidade. Universalista convicto, é leitor de temas como física quântica, doutrinas orientais, Conscienciologia, ocultismo, cosmogonia, ufologia e meditação.
Clique aqui para ver todos os posts de Pedro.

Seja avisado de novos resumos. Em média 1 ou 2 livros por semana. Sem propaganda, nem bate-papo. Saia a qualquer hora.

CLIQUE AQUI e seja adicionado à nossa lista de Whatsapp.

Seja avisado de novos resumos. Em média 1 ou 2 livros por semana. Sem propaganda, nem bate-papo. Saia a qualquer hora..

CLIQUE AQUI e seja adicionado à nossa lista de Whatsapp.

Veja posts por autor:

Um Eremita no Himalaia