O CAIBALION

Sub-título: Um Estudo da Filosofia Hermética por William Walker Atkinson escrevendo como Os Três Iniciados.

Apesar de ser uma obra do início do século (inicialmente publicado nos EUA em 1908), O Caibalion só ganhou uma edição em português e lançamento no Brasil alguns anos depois, na década de 1920. Existe um mistério quanto à autoria do trabalho, que foi inicialmente assinado por “OS TRÊS INICIADOS”, numa tentativa clara de se utilizar um pseudônimo. A propósito, escrever este tipo de material sob a forma de pseudônimos era algo muito natural naquela época, para preservar nomes de grandes médicos, engenheiros, jornalistas e outras grandes mentes que se aventuravam no “submundo” da espiritualidade e tinham receio de verem suas carreiras profissionais em risco por causa da crença em temas, digamos assim… não ortodoxos.

Após alguns anos de presença no mercado editorial norte americano, O Caibalion começou a ser “desvendado” por leitores e pesquisadores que apontaram semelhanças com os textos de outros livros e artigos de W. W. Atkinson. Parecia óbvio, mas o escritor nunca admitiu a autoria. Hoje, o livro é amplamente disponibilizado em várias línguas e pacificado como sendo de autoria de William Walker Atkinson, sob o pseudônimo de “OS TRÊS INICIADOS”.

O trabalho é resultado dos estudos ocultistas de Atkinson. Na verdade, trata-se de uma releitura geral dos conhecimentos da filosofia hermética. Sendo assim, o conteúdo do livro consiste em conhecimentos do ocultismo egípcio e grego, mais especificamente sobre cosmogonia, mundo metal, planos de manifestação da consciência, mundo material da dualidade e demais temas.

Para cada tema, é feita uma abordagem com a explicação e impressões do autor, o que faz do livro um material de muito mais fácil leitura e entendimento do que os textos herméticos antigos. Este foi um dos motivos do sucesso de O Caibalion no mundo ocidental: a disponibilização de conhecimentos herméticos ocultistas numa linguagem mais acessível ao público neófito.

Quando se observa o trabalho como um todo, é impossível não o comparar aos trabalhos teosóficos de Helena Blavatski de A Doutrina Secreta, que foram publicados no Reino Unido duas décadas antes de O Caibalion. Tanto a seleção dos temas como a forma em que são apresentados e explicados à um público iniciante são similaridades presentes em ambos os trabalhos, a divergir apenas nas abordagens hermética (O Caibalion) e hindu/védicas (A Doutrina Secreta).

Por fim, Atkinson aborda uma seção específica para As Sete Leis Cósmicas, onde relata o comportamento dos universos energético e material. Trata-se de um postulado de leis gerais sobre o funcionamento do universo, e como o mundo energético e espiritual, invisível aos nossos olhos, atua sobre o universo material que conhecemos.

FACILIDADE DE LEITURA:
O livro foi escrito com a intenção de atingir o neófito, ou seja, o curioso espiritual que ainda está em fase de entendimento dos conhecimentos da espiritualidade. O livro não fala de técnicas, religiões ou doutrinas. Está focado no entendimento e explicação dos princípios herméticos que regem nossas vidas neste universo. É um “manual” de como as coisas funcionam.

VIDEOS SUGERIDOS PELO AUTOR DESSE POST:

No vídeo acima, a filósofa Lúcia Helena Galvão Maya, da escola Nova Acrópole nos fala sobre “O Caibalion”.

  • Sobre o autor desse post
PEDRO NUNES NETO
Pedro tem background em tecnologia da informação, e é bacharel em fotografia. É astrônomo amador, amante da natureza e aprendiz eterno da espiritualidade. Universalista convicto, é leitor de temas como física quântica, doutrinas orientais, Conscienciologia, ocultismo, cosmogonia, ufologia e meditação. Clique aqui para ver todos os posts de Pedro.

Veja posts por autor:

O Caibalion