MANUAL DA PROÉXIS

Sub-título: Programação Existencial

Proéxis, é palavra criada na conscienciologia que significa Programação Existencial, ou Missão de Vida.

Apesar de ser um manual, você não vai encontrar nesse livro uma receita de bolo daquelas do tipo sua missão de vida depende da sua data, hora e local que nasceu.

A idéia principal do livro é que cada um se aproprie da responsabilidade de seu próprio destino. Se baseia em dois pilares que determinam uma missão de vida. São eles: os traços da personalidade e o conceito de retribuição pessoal.

Apresenta alguns caminhos que todos devem buscar tais como o domínio do EV (Estado Vibracional), a TARES (tarefa do esclarecimento), o domínio energético, e o auto-didatismo.

Alguns conceitos da conscienciologia são introduzidos. Então, quem não entende de conscienciologia poderá ler. Mas confesso que só entendi mesmo ao ler pela segunda vez tendo já feito diversos cursos e já a alguns anos dentro dessa prática.

Algumas idéias são comuns a outras escolas. Por exemplo:

  • A execução satisfatória da missão de vida não é resultante de fatos heróicos ou magistrais e sim de pequenas porções de sacrifícios e serviços a favor do bem comum.
  • Para se alcançar o completismo existencial, o melhor, por exemplo, é a vivência pelas idéias e não pelo dinheiro.
  • O completismo de cada dia compõe pouco a pouco o completismo da vida inteira.
  • Toda programação existencial exige cultivo diário.
  • Motivação-esforço-perseverança é a postura prática indispensável a toda conscin que busca priorizar a obtenção do compléxis.
  • Sinceridade, autenticidade, honestidade e despojamento são as condições simples mais inteligentes para a consciência se dar bem na sua evolução e no cumprimento de sua proéxis.

Mas o livro é recheado de neo-idéias que diferenciam a conscienciologia de outras linhas. Algumas máximas:

  • A tridotação intraconsciencial é a qualidade da conjugação dos 3 talentos mais úteis ao conscienciólogo: a intelectualidade, o parapsiquismo e a comunicabilidadenesta ordem.
  • O prêmio do completista existencial é escolher um corpo humano, futuro, melhor, um macrossoma, no próximo período evolutivo, multiexistencial.
  • dupla evolutiva inteligente se compõe para buscar executar o compléxis conjunto, a dois.
  • Sem a comunicação interconsciencial não é possível a evolução da consciência.
  • Outra coisa a ser evitada: os compromissos pessoais excessivos (sociosidade) com a existência intrafísica – somática – em detrimento do programa das tarefas multidimensionais.

São 40 capítulos curtos com linguagem técnica. Aviso que aqueles que não estão acostumados podem estranhar. Eu particularmente gosto muito desse tipo de escrita sem enrolação. Vai direto ao ponto.

Apesar do livro trazer um norte para os que buscam sua missão de vidapara colocar em prática ele não é suficiente. Requer um certo aprofundamento, muita reflexão. Não é algo que se consiga da noite para o dia. 

O livro é apenas uma introdução ao assunto. São as fundações dentro da conscienciologia que possui cursos e gente pesquisando o assunto, produzindo artigos e promovendo debates. 

Para os interessados existem os laboratórios especializados em Foz do Iguaçu, os cursos de Balanço Existencialcurso da técnica de um ano de vida, diversos cursos com a temática de auto-pesquisa. Sugiro: o site do IIPC (todo país) www.iipc.org ; e para quem está no Nordeste conhecer a Intercampi: http://intercampi.org/ e http://www.facebook.com/intercampi.recife

 

links externos sugeridos pelo autor DESSE POST:

  • Sobre o autor desse post
PAULO HENRIQUE ARAUJO
Moro em Recife. Desde cedo trabalhei e empreendi em vários segmentos dentro e fora do Brasil. Quando morava na China percebi que deveria dar mais atenção ao caminho espiritual. Além dos cursos e das práticas, os livros também ajudaram na minha jornada. Compartilho aqui alguns resumos na esperança que eles também lhes sejam úteis. Para ver todos os posts de Paulo clique aqui.

Veja posts por autor:

Manual da Proéxis