FORMAS PENSAMENTO

Sub-título: Criações mentais por meio da matéria fluídica

Este é mais um daqueles trabalhos fantásticos empacotados em um singelo volume. Tateando o pequeno livro de 117 páginas, não se tem ideia da qualidade do conteúdo ali residente. A escritora teosófica e sensitiva Annie Besant, uma extraordinária mulher que viveu em Londres em meados do século 19, teve a brilhante ideia de passar para o papel as imagens de formas energéticas sutis que observava em seu dia-a-dia. Ela percebeu ao longo da vida que estas formas não eram vistas por qualquer pessoa, ou melhor, muito poucas pessoas tinham esta capacidade. Convidou o amigo e igualmente sensitivo pastor Charles Leadbeater, também famoso por suas obras teosóficas, e ambos solicitaram ajuda de amigos artistas para a pintura das gravuras. A ideia principal era dar “forma” no papel às imagens que ambos observavam em suas visões extrafísicas.

Mas o que seriam e de onde vêm estas formas ou visões? Segundo os autores, e isso já é pacificado em várias linhas da espiritualidade, todo ser inteligente, capaz de pensamento e raciocínio, gera em seu campo áurico formas energéticas de acordo com os pensamentos e sentimentos que estão experimentando naquele momento. A essas imagens, deram o nome de formas-pensamento.

Ao longo dos capítulos, os autores vão disponibilizando as gravuras com as imagens das formas e explicando uma por uma qual foi a situação peculiar que gerou aquela forma, e também a que tipo de sentimento ou pensamento ela se associa. Desta maneira, é possível identificar as imagens geradas por pessoas que estão passando por momentos de tristeza, felicidade, angústia, devoção, amor, e por aí segue.

O argumento científico para este acontecimento, segundo os autores, é o fato de que as emoções e pensamentos dos seres geram uma frequência vibracional no campo energético, campo este que apenas os sensitivos têm acesso visual. Estas formas-pensamento estão, portanto, em toda a parte, à cada instante de nossas vidas, e por serem uma frequência vibracional energética, são capazes também de influenciar o campo áurico de outras pessoas ou seres. As formas-pensamento têm um papel determinante ao influenciar as nossas vidas. As imagens mostradas no livro vão de paletas e formatos escuros que representam medo ou dor, até lindas formações lilás e rosa representando amor sublime.

Ao final, eles também fazem um estudo relacionado ao efeito da música e ondas sonoras como formas-pensamento, ou seja, a capacidade de o som também gerar formas energéticas no plano invisível da matéria.

O livro é surpreendente do começo ao fim. Até mesmo para leitores que já tiveram previamente a oportunidade de apreciar o tema.

FACILIDADE DE LEITURA:

Fácil. No entanto, o tema é tão fantástico e inacreditável que o leitor precisa dar um voto de confiança aos autores. Leitores que já estudam espiritualidade também se surpreenderão, ao mesmo tempo pela simplicidade e importância do tema.

VIDEOS SUGERIDOS PELO AUTOR desse post:

Annie Besant cruzou seu caminho com Gandhi, Blavatsky, Krishnamurti e outras personalidades. No vídeo acima, o teósofo Alexandre Rozenwald da Sociedade Teosófica nos conta a vida de Annie Besant, a autora de “Formas de Pensamento”. Essa é a primeira parte do vídeo que está separado em 4 partes.

  • Sobre o autor desse post
PEDRO NUNES NETO
Pedro tem background em tecnologia da informação, e é bacharel em fotografia. É astrônomo amador, amante da natureza e aprendiz eterno da espiritualidade. Universalista convicto, é leitor de temas como física quântica, doutrinas orientais, Conscienciologia, ocultismo, cosmogonia, ufologia e meditação. Clique aqui para ver todos os posts de Pedro.

Seja avisado de novos resumos. Em média 1 ou 2 livros por semana. Sem propaganda, nem bate-papo. Saia a qualquer hora.

CLIQUE AQUI e seja adicionado à nossa lista de Whatsapp.

Seja avisado de novos resumos. Em média 1 ou 2 livros por semana. Sem propaganda, nem bate-papo. Saia a qualquer hora..

CLIQUE AQUI e seja adicionado à nossa lista de Whatsapp.

Veja posts por autor:

Formas Pensamento